Arquivos do Blog

Licenciando o SQL Server 2012 – Part III

Hello Guys,
Bora dar continuidade a série Licenciando o SQL Server 2012 a gente já está na parte III huhu 😉

Conforme prometido hoje a gente vai ver quais edições são comercializadas dentro de cada modelo de licenciamento e tb como será o licenciamento para cenários virtuais…

A tabela a seguir mostra quais edições são comercializadas dentro de cada modelo de licenciamento:

 Perceba que a edição Enterprise que é a edição mais parruda da versão 2012, será comercializada somente dentro do modelo CORE, ou seja, não será comercializada por SERVER/CAL, vale ressaltar que se você licenciar a mesma com o SA (Software Assurance) você terá direito de virtualização ilimitado, podendo assim aproveitar o máximo da arquitetura do seu hardware e ter um maior retorno do seu investimento.

Já a nova edição chamada de Business Intelligence ao contrário da Enterprise será somente comercializada dentro do modelo SERVER/CAL permitindo assim que você pague de acordo com o seu crescimento, ou seja, como neste modelo se você precisar de uma licença de SERVER para o servidor e uma CAL de acesso para cada dispositivo ou usuário, a medida que o número de usuários do ambiente for aumentando você irá fazendo as aquisições das CALs de acesso.

Outra vantagem, é a flexibilidade de escalar horizontamente, por exemplo, se inicialmente você tem somente 1 servidor e 100 usuários, você deverá fazer a aquisição de uma licença de SERVER mais 100 CALs de acesso para o ambiente, porém se futuramente você adicionar mais um servidor a este cenário, você deverá fazer a aquisição de somente de mais uma licença de SERVER , isso por que a CAL dá o direito de acesso para o usuário a N ambientes que estejam executando o SQL Server, portanto um usuário com uma CAL de acesso poderá acessar mais de um servidor quando o mesmo estiver sendo licenciado dentro do modelo SERVER/CAL.

***Devo lembrar aqui que a CAL não é uma licença mais sim o direito do usuário/dispositivo acessar o ambiente.

Contudo,  a edição Standard por ser uma edição mais limitada é a única que poderá ser comercializada dentro dos dois modelos tando o CORE, quanto o SERVER/CAL, mais a dúvida agora deve ser…. Beleza e qual eu devo escolher neste caso???

Para essa resposta da uma olhada no post anterior em que eu explico cada um dos modelos de licenciamento e quanto um ou outro deve ser utilizado: https://liviasarto.wordpress.com/2012/02/21/licenciando-o-sql-server-2012-part-ii/ mas resumindo a resposta você deverá utilizar o SERVER/CAL somente em ambientes que vc tenha controle absoluto da quantidade de usuários/dispositivos que vão acessar o ambiente, caso contrário o modelo CORE é o mais indicado.

Legal e quanto a parte de virtualização???

Bora ver isso agora 😉

Licenciando cenários virtuais dentro do modelo CORE:

A grande vantagem neste modelo é que você paga somente pelo poder do hardware que você precisa, exemplo: Da uma olhadinha na imagem acima, neste cenário temos 1 servidor físico que é composto por 4 processadores físicos de oito núcleos cada (eight core), porém para o cenário projetado para o SQL Server 2012 não será usado todos os processadores físicos.

 Logo, foi criado duas máquinas virtuais (VMs) perceba que a VM1 possui 2 processadores lógicos de quatro núcleos lógicos cada e a VM2 tb possui dois processadores lógicos porém com 6 núcleos lógicos cada.

 Ao invés de licenciar todos os núcleos físicos dos processadores físicos, basta licenciar somente os núcleos lógicos das VMs, portanto, para a VM1 será necessária a aquisição de 8 licenças de núcleo (core) e para a VM2 será necessário a aquisição de 12 licenças de núcleo (core).

Considerações importantes:

  • Mínimo de 4 licenças de núcleo(core) para cada processador lógico.
  • Vc não precisa licenciar todos os núcleos(cores) físicos do ambiente.
  • Terá o direito de mobilidade de licença quando adquirir a mesma com o SA (isso a gente vai ver um pouco mais frente).
  • Disponível somente para as edições Enterprise e Standard do SQL Server 2012.

Galera, hj vou parar por aqui no próximo post a gente vai ver como licenciar cenários virtuais dentro do modelo SERVER/CAL e tb vamos entender  quais as vantagens de fazer a aquisição com o SA e usar a mobilidade de licença. 😉

Abs e até,

Anúncios